NEWS

In Portuguese only

Membros da REDNIU conquistam o quarto lugar no curso BioStartup Academy da Biominas Brasil e apresentam pitch no BIO Latin American 2019 (REDNIU members won fourth place in the Biominas Brasil BioStartup Academy course and presented the BIO Latin American 2019)

03 a 04 de setembro de 2019

Membros da REDNIU participaram do curso BioStartup Academy promovido pela Biominas Brasil. O curso da Biominas tem como objetivo levar ao estudante, pesquisador, professor, empreendedor ou profissional de empresa privada ou pública, que atuam nas áreas de Ciências da Vida, conhecimento sobre empreendedorismo e desenvolvimento de negócios. Para a particição nesse curso, a equipe formada por Breno Oliveira, Caroline Dohanik e Thamara Ferreira, e orientada pelos professores Ângelo de Fátima, do Departamento de Química (ICEx), Luzia Modolo, do Departamento de Botânica (ICB) e Gisele Goulart, da Faculdade de Farmácia (UFMG), criaram a Startup UAISolutions com foco na utilização medicinal dos inibidores de urease desenvolvidos. Com essa proposta aliada aos trabalhos execultados durante o curso, eles obtiveram o quarto lugar entre os participantes, o que forneceu a oportunidade de divulgar a Startup no BIO Latin American 2019. O BIO Latin American é uma conferência sobre inovação e colaboração em biotecnologia e ciências da vida na América Latina. Essa edição ocorreu nos dias 3 e 4 de setembro de 2019, no Grand Hyatt Hotel, São Paulo / Brasil, e reuniu executivos de alto nível, formuladores de políticas, empreendedores, acadêmicos e investidores de todo o mundo para debater tendências, enfrentar os desafios mais recentes, acessar empresas inovadoras e descobrir novas oportunidades de conexão. A UAISolutions apresentou um pitch sobre o HPBlock, medicamento inovador contendo inibidor de urease como principio ativo. Esse medicamento é uma solução para o tratamento da infecção causada pela Helicobacter pylori, e permitiu divulgar a REDNIU e o excente trabalho que ela realiza.

REDNIU recebe o Prêmio Kurt Politzer de Tecnologia - Edição 2017 pela Associação Brasileira da Indústria Química (REDNIU is awarded the Prize Kurt Politzer os Technology - Edition 2017 by the Brazilian National Confederation of Industries)

08 de dezembro de 2017

Os professores Ângelo de Fátima, do Departamento de Química, e Luzia Valentina Modolo, do Departamento de Botânica da UFMG, coordenadores da REDNIU, foram premiados com o Prêmio Kurt Politzer de Tecnologia 2017, oferecido pela Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim), na categoria Pesquisador. A cerimônia de premiação ocorreu em São Paulo, no dia 8 de dezembro. O Prêmio Kurt Politzer de Tecnologia tem o objetivo de estimular a pesquisa e a inovação na área de Química no país, reconhecendo projetos de empresas e pesquisadores marcados por inventividade e criatividade.

Cópia do: Membros da REDNIU conquistam terceiro lugar em competição internacional de empreendedorismo, I2P Latin America, além do prêmio de Outstanding Presentation.

27 a 29 de agosto de 2015

A competição, criada pela Universidade do Texas (EUA), em sua oitava edição envolveu planos de comercialização de tecnologias em estágios iniciais. Com o intuito de ser a uma forma de entrada das pesquisas realizadas nas Universidades para o mercado, a competição contribui para a formação das próximas gerações de pesquisadores. O evento foi realizado nos dias 27, 28 e 29 de agosto, no Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios da Fundação Getúlio Vargas (FGVcenn), em São Paulo.

O produto apresentado pela Agrotech, denominado NKeeper, é um aditivo que promove o aumento da disponibilidade de ureia no solo em culturas agrícolas, promovendo maior eficiência da aplicação de fertilizantes. A equipe foi formada por Lívia Horta, Breno Oliveira e Davi Silva, e a orientação foi dos professores Ângelo de Fátima, do Departamento de Química (ICEx), e Luzia Modolo, do Departamento de Botânica (ICB).

Membros da REDNIU recebem prêmio no XI Congresso de Produção Científica da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ)

18 a 22 de novembro de 2013

No período de 18 a 22 de novembro de 2013 a Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) realizou o XI Congresso de Produção Científica (XI CPC) cujo tema foi “Integração com Diversidade”. O trabalho intitulado “Calix[n]arenos como plataforma de desenvolvimento de sistemas de liberação controlada de inibidores de urease” de autoria do Sr. Sayron Reis (Graduando em Química) e Dr. Clébio Soares Nascimento Júnior (Orientador do trabalho e membro da REDNIU) recebeu MENÇÃO HONROSA dentre os vários trabalhos apresentados no evento. A REDNIU parabeniza o Sayron e o Prof. Clébio pela distinção recebida!!!

Motivando a nova geração: REDNIU participa da IX Semana de Ciência e Tecnologia do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG)

23 de outubro de 2013

No período de 21 a 25 de outubro de 2013, o Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG) realizou a IX Semana de Ciência e Tecnologia cujo tema foi “Ciência, Saúde e Esporte”. O evento reuniu alunos, professores e funcionários em torno de debates, seminários, minicursos e conferências sobre cultura, ciência e tecnologia, em diversas áreas do saber. A Dra. Luzia Valentina Modolo, coordenadora da REDNIU, ministrou a palestra intitulada “Produção de novos inibidores de urease para aumentar a produtividade de alimentos”. A Dra. Modolo, apresentou o estado da arte quanto às pesquisas com inibidores de urease de interesse agrícola, salientando os avanços da REDNIU no desenvolvimento de novas substâncias com perfil funcional tecnológico para inibir as ureases da microbiota do solo e, consequentemente aumentar a captação e uso de nitrogênio por plantas. O objetivo principal desta palestra foi despertar nos alunos o interesse por inibidores de urease. É importante que o Brasil disponha de uma tecnologia nacional que permita às indústrias brasileiras de insumos agrícolas produzirem fertilizantes nitrogenados suplementados com inibidores de urease eficientes para cultivo de alimentos em solos de clima tropical de maneira racional e com menos impacto ambiental.

REDNIU FAZ DEPÓSITO DE DUAS PATENTES NO INPI

12 de julho de 2013

A REDNIU protocolou em julho de 2013 o pedido de duas patentes referentes ao uso de novos inibidores de urease (NIU) para fins agrícolas. Várias moléculas das classes das benzoiltioureias e adutos de Biginelli se mostraram tão eficientes quanto o tiofosfato de N-butiltriamida (NBPT), um inibidor de urease amplamente empregado na agricultura. Os NIUs são eficientes tanto em modelo in vitro (Figura ao lado) quanto no solo. De acordo com o Prof. Ângelo de Fátima, do Departamento de Química da UFMG, os compostos são obtidos em rendimentos superiores a 70%, exigindo procedimentos sintéticos simples. Outra vantagem destacada pelo professor é que os compostos são termicamente mais estáveis do que o NBPT. Sendo assim, os novos compostos podem ser armazenados à temperatura ambiente por vários meses sem que se observe decomposição significativa. A Profa. Luzia Valentina Modolo ressalta que tais resultados animadores levaram ao grupo de pesquisa a iniciar os testes da eficácia destes NIUs no sistema solo-planta. Nossa meta atual se baseia no desenvolvimento de um produto nacional à base de ureia e novos inibidores para aumentar a eficiência de captação e uso de nitrogênio por plantas. Trata-se de um estudo pioneiro no Brasil e que vem atraindo o interesse da iniciativa privada nacional em razão da notória vocação de produção de alimentos no país.

Please reload

IX Semana C&T do CEFET-MG 2013

1/2